URI está entre as 25 universidades particulares com menor índice de abandono no Brasil

  • 5 de julho de 2019

A URI está entre as universidades particulares com o menor índice de abandono no Brasil. O levantamento é do site da Revista Quero Bolsa, plataforma de inclusão de estudantes ao ensino superior, que utilizou a base de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgados em outubro do ano passado e que são referentes ao ano de 2017.

No Rio Grande do Sul, a URI aparece na segunda posição, com 16,79%. Na prática, isso significa que a cada cinco alunos que ingressam na Instituição, apenas um deixa a universidade antes de concluir o curso. A média nacional de abandono no Ensino Superior é de 24,58%.

Veja as 25 universidades particulares com menor índice de abandono no Brasil

Posição

Universidade

Taxa

UF

Universidade Presbiteriana Mackenzie 9,09% SP
Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp) 11,25% SP
Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica) 12,39% GO
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) 12,46% MG
Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) 15,36% RS
Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) 15,45% SP
Universidade Católica de Salvador (UCSAL) 16,17% BA
Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) 16,51% RJ
Centro Universitário de Araraquara (Uniara) 16,55% SP
10ª Centro Universitário UniRuy | Wyden 16,76% BA

11ª

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI)

16,79%

RS

12ª Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí) 16,89% RS
13ª Centro Universitário São Camilo 16,90% SP
14ª Universidade de Fortaleza (Unifor) 16,97% CE
15ª Centro Universitario de Goias (Uni-Anhanguera) 17,21% GO
16ª Universidade Iguaçu (Unig) 17,53% RJ
17ª Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) 17,82% PB
18ª Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas) 17,92% MG
19ª Universidade do Contestado (UnC) 18,65% SC
20ª Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) 18,65% SC
21ª Universidade de Taubaté (Unitau) 18,72% SP
22ª Universidade da Região de Joinville (Univille) 19,28% SC
23ª Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) 19,43% GO
24ª Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac) 19,84% AL
25ª Universidade Regional de Blumenau (Furb) 19,96% SC

 

Método do estudo

Os números foram levantados pelo Quero Bolsa utilizando dados da base do Inep, disponíveis no site do instituto. Os últimos dados são referentes ao ano de 2017 e foram divulgados em outubro de 2018.

  • Foram separadas as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas do Brasil para análises distintas;
  • Para esta análise, foram selecionadas as 100 universidades privadas com maior número de alunos com status de “cursando” na base do Inep;
  • Foi considerado abandono os estudantes com status de “matrícula trancada” e “Desvinculado do curso”;
  • A taxa de abandono de cada instituição foi calculada da seguinte forma: Taxa de Abandono = (Matrícula trancada + Desvinculado do curso) / (Matrícula trancada + Desvinculado do curso + Cursando + Transferido para outro curso da mesma IES + Formado + Falecido).

Fonte: Revista Quero Bolsa/Inep