Projetos de Pesquisa

 

 

Projeto: A vida e a contribuição de Hannah Arendt para a teoria dos Direitos Humanos

Orientador: Cristiane Menna Barreto Azambuja

Bolsista: Miriã de Moura Carvalho Marques

Programa: PIIC/URI

Resumo: O projeto de pesquisa visa, em um primeiro momento, estudar a história de Hannah Arendt. Trata-se de teórica política de grande destaque no cenário internacional, que trouxe contribuições relevantes para os Direitos Humanos, a Política e a Filosofia e que, por isso, merece sempre ser revisitada. Diante da sua vasta produção científica, entendeu-se por bem em não escolher um único livro para exame, mas sim uma grande área, a dos Direitos Humanos, para que, por meio de temas relacionados a esta área, seja possível permear diferentes obras. Assim, em um segundo momento, a ideia é abordar a contribuição de Hannah Arendt para a teoria dos Direitos Humanos. Nesse sentido, temas como nacionalidade, cidadania, racismo e sionismo serão objeto de pesquisa. Quem foi Hannah Arendt? Por que é preciso conhecê-la para compreender seus escritos? Quais os temas de seus estudos são possíveis de relacionar com os Direitos Humanos? Qual a sua contribuição para a teoria dos Direitos Humanos? Suas obras ainda se mantêm atuais? São algumas das questões que se anseia responder com a pesquisa. Para tanto, o método de abordagem será o dedutivo, partindo do exame de questões genéricas, afeitas à vida de Hannah Arendt, para questões específicas, quando da análise das suas obras, no que tange aos Direitos Humanos. No momento do estudo da obra da autora, também será utilizado o método dialético, de modo a observar as eventuais contradições presentes em seus textos. O método de procedimento será, fundamentalmente, o monográfico, ao estudar casos em profundidade, que podem, posteriormente, serem considerados representativos de muitos outros. Os resultados mostram que Arendt foi uma personalidade fascinante, que, apesar das dificuldades, sempre teve a capacidade de maravilhar-se diante do mundo. Ainda, que vários dos temas abordados por ela mantem-se, ainda hoje, relevantes e atuais.


Projeto: Atividade Física ao Ar Livre: Utilização de Espaços Públicos em Tempos de Pandemia de Covid-19

Orientador: Jean Lucas Poppe

Bolsista: Vitor dos Santos Ribas

Programa: PIIC/URI

Resumo: Os hábitos da população fisicamente ativa no município de São Luiz Gonzaga são pouco conhecidos pela comunidade científica, sendo que o conhecimento e a divulgação dessas informações são altamente relevantes para o aprimoramento de estratégias de melhoria da saúde pública, além de fornecer maior suporte às políticas municipais de incentivo à educação e iniciação esportiva da população, principalmente durante e após a pandemia de Covid-19. Nesse cenário a presente pesquisa tem como objetivo investigar o comportamento da população residente no município de São Luiz Gonzaga com relação aos hábitos esportivos em espaços públicos durante e após a pandemia de Covid-19, por meio da aplicação de questionários disponibilizados nas redes sociais em formato de link do Google forms. Os dados obtidos serão analisados estatisticamente e se espera contribuir com informações referentes ao comportamento populacional com relação as práticas esportivas e de prevenção à Covid-19.


Projeto: O ativismo judicial e o papel do Supremo Tribunal Federal: um olhar pela decisão RE 1010606

Orientador: Juliana Bedin Grando

Bolsista: Priscilla de Lima Coelho Trindade

Programa: PIIC/URI

Resumo: O presente projeto de pesquisa destina-se a estudar a temática do ativismo judicial presente no ordenamento jurídico brasileiro, com especial enfoque à recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca do direito ao esquecimento. Para tanto, tem-se como problema de pesquisa a seguinte questão: Em que medida o ativismo judicial fere o princípio da divisão dos poderes e quais as consequências (positivas e/ou negativas) dessa atuação? E como perguntas norteadoras: a) A atuação do STF por meio do ativismo é legítima? b) Em que medida o ativismo fere o princípio da divisão dos poderes? c) O que impulsiona o fenômeno do ativismo judicial no país? d) Que resposta os outros poderes têm dado ao protagonismo do STF? e) Quais as consequências positivas e/ou negativas do ativismo praticado pela Suprema Corte? f) Como o julgamento do RE 1010606 interfere na seara do ativismo judicial? A partir disso, em um primeiro momento almeja-se estudar como o ativismo judicial incorpora no cenário brasileiro e algumas das decisões do STF consideradas ativistas. Em um segundo momento, busca-se estudar quais os impactos do ativismo judicial no ordenamento jurídico e também na seara política e social, haja vista a possível ruptura com a tripartição de poderes. Frente a isto, utiliza-se da metologia histórico documental, bem como o método qualitativo, pois almeja-se realizar um levantamento das decisões já proferidas pelo STF consideradas ativistas, bem como a análise da recente decisão acerca do direito ao esquecimento e os seus impactos positivos e/ou negativos.


Projeto: Efeitos Psicológicos da Pandemia do Coronavírus na Comunidade Acadêmica da URI São Luiz Gonzaga

Orientador: Lizandra Andrade Nascimento

Bolsista: Tatiane Foleto Munareto

Programa: PIIC/URI

Resumo: A pandemia do novo Coronavírus tem profundos impactos na vida cotidiana, em especial no que trata dos aspectos psicológicos. Por isso, a URI-SLG, por meio do Núcleo de Acessibilidade, busca contribuir com a comunidade acadêmica na compreensão dos efeitos dessa situação de crise e na busca de estratégias de enfrentamento e superação dessas problemáticas. OBJETIVO: Realizar o levantamento dos impactos psicológicos da pandemia do novo Coronavírus na comunidade acadêmica da URI – SLG, para elaborar e propor estratégias voltadas à saúde mental e ao bem-estar dos indivíduos. MÉTODOS: Serão encaminhados questionários, com questões semiestruturadas a respeito dos impactos da pandeia, principalmente na saúde mental, aos distintos segmentos da comunidade acadêmica, via e-mail, para conhecer as percepções dos mesmos acerca das consequências da pandemia. O Departamento de Recursos Humanos da URI-SLG, encaminhará os questionários aos funcionários técnico- administrativos e docentes da graduação. A Secretaria Acadêmica enviará os questionários aos acadêmicos e egressos dos diferentes cursos de graduação, solicitando que os familiares sejam convidados a responder os questionários destinados especificamente a este segmento. Os dados obtidos por meio destes instrumentos serão analisados, construindo-se um levantamento das características da comunidade acadêmica e suas percepções acerca de sua saúde em tempos de pandemia. RESULTADOS ESPERADOS: A partir do levantamento do perfil da comunidade acadêmica da URI-SLG e de seus posicionamentos quanto aos impactos da pandemia na saúde, espera-se elaborar e propor estratégias de enfrentamento, que resultem na manutenção e/ou promoção de saúde e bem-estar, principalmente no que tange à minimização do sofrimento subjetivo e dos sintomas psicológicos desencadeados pela situação vivenciada na contemporaneidade, em decorrência dos riscos diante da COVID- 19.


Projeto: Avaliação da Saúde dos pacientes após infecção pela Covid-19 na região de São Luiz Gonzaga-RS

Orientador: Manoela Maciel Oliz

Bolsista: Diosefer Vargas de Santis

Programa: PIIC/URI

Resumo: As lesões esportivas são motivos de inquietação para a vida esportiva de um atleta, devido ao comprometimento em relação seu retorno à prática esportiva. Entende-se que as lesões advindas da prática do futsal e seus riscos associados, têm sido objeto de estudo, interesse e preocupação por parte de diversos profissionais do campo da saúde. O fisioterapeuta, tem papel fundamental junto a equipe desportiva, por manter o acompanhamento dos atletas, no intuito de implementar práticas preventivas, a fim de recuperar e/ou prevenir possíveis lesões decorrentes da prática esportiva. O objetivo deste projeto é avaliar a qualidade de vida em atletas profissionais de futsal em um programa fisioterapêutico e definir e quantificar as lesões decorrentes do futsal. O projeto será realizado com atletas do time de futsal profissional masculino da cidade de São Luiz Gonzaga/RS participantes da Associação Grande São Luiz Gonzaga de Clubes (AGSL), ocorrerá junto a clínica escola de fisioterapia da URI, duas vezes na semana, durante 12 meses. As atividades propostas são atividades que visam a prevenção das lesões desportivas e a reabilitação de lesões. As avaliações ocorrerão pré e pós-intervenção fisioterapêutica, através de ficha de avaliação e aplicação do questionário SF-36. Ao final do projeto espera-se que o programa de fisioterapia contribua para a qualidade de vida desses atletas.